Segunda-feira, 23 de Maio de 2011
vencedor nine2five 2011

Projecto número 6:

 

 

Este ano voltamos a ter uma votação complicada. Na primeira ronda não se obteve unanimidade, pelo que seleccionamos os projectos mais votados para passarem à segunda fase (nº 2; nº 6; nº 10; nº 14; nº 19).

Na votação final, os resultados foram muito renhidos, ao ponto do vncedor apenas se destacar por um ponto e os restantes ficarem empatados no 2º lugar com 6 pontos.

O resultado final:

 

1º Lugar: Projecto 6 (7 pontos)

2º Lugar: Projecto 2 - Projecto 10 - Projecto 14 - Projecto 19 (6 pontos cada)

 

O autor do projecto vencedor recebe 250 €.

 

Parabéns a todos os participantes.

 



publicado por JP às 00:23
link do post | favorito

De Fil a 24 de Maio de 2011 às 11:34
é como em tudo ... uns gostam outros não , uns acham que é design outros não. Todos participaram fizeram o que acharam , um venceu e tem de levar com a talocha ?! o juri escolheu não foi o participante que se auto intitulou, ele defendeu a sua proposta tal como todos os outros participantes. Ganhou tal como no ano passado tambem não gostaram da proposta vencedora e como aposto o que quiserem como para o ano também haverá gente que não gosta/ nao concorda/ nao acha design/ nao funcional etc... nem todos gostamos de alface e muitos nao gostam dela temperada e outros por temperar mas nunca deixa de ser alface! e que tal fazer uma apreciaçao dos restantes logos? já fizeram? e entao para voces qual seria o vencedor? estariam todos de acordo na mesma escolha? garanto-vos que fosse um outro qualquer logo que vencesse haveria sempre quem tivesse uma apreciaçao depressiva.


De J.M.C a 24 de Maio de 2011 às 12:48
Claro que há sempre quem gosta e quem não gosta, por isso é que inventaram a democracia. A maioria diz sempre alguma coisa sobre algo. Mas estamos só a falar sobre opiniões pessoais que podem ser ouvidas, certo?
Queria esclarecer a metáfora que usei no outro comentário que, ofensiva ou não, foi a melhor que encontrei para descrever a minha opinião.
Quando metemos no rótulo de um sumo "cenoura e laranja", mas o sumo não leva cenoura, isto é um engano. E quem compra o sumo sente-se enganado, apesar de ter laranja, não tem cenoura. O mesmo acontece quando se usa o rótulo Design, e depois se diz que as regras ou tudo o que o define não é aplicado no concurso, ou só uma parte é aplicada. O uso de um termo tem de ser feito tendo em consideração o que significa, e as regras que lhes estão associadas, pelo menos neste tempo e neste espaço.
Já dizia uma ilustre artista: o problema de todas as disciplinas é a falta de rigor. Quando se abrem excepções tão grandes que não é possível identificar mais o que é, então dão-se outros nomes a essas excepções, e os enganos são evitados. E isto não impede a criatividade, nem a liberdade, nem nada. Até se tem revelado a melhor maneira de criar e inovar. É uma questão de nomenclatura e entendimento, para não andarmos todos enganados.


De RicardoCoelho a 24 de Maio de 2011 às 13:13
Todas as correntes pós impressionista puderam um ponto final ao domínio da ideia em que os verdadeiros artistas eram aqueles capazes de pintar exactamente como nas referencias da Antiguidade Clássica e tudo o resto nem considerado arte seria. Sem essa mudança de mentalidade que essas correntes conseguiram impor, o mundo não conhecia Salvador Dali, não conhecia Van Gogh, não conhecia Jackson Polloc nem Roy Lichtenstein entre muitos outras grandes referencias, que permitiram que a arte fosse capaz de quebrar as regras. O facto de as regras serem quebradas não limita o conceito seja do que for na arte ou design. A capacidade que o designer tem de ser capaz de quebrar determinados conceitos impostos pelo design não implica que isso seja "Um sumo de laranja com sabor Ananás" O conhecimento das regras é essencial e quem as quer quebrar tem que as conhecer, e se eu o fiz é simples, sabia que essa mesma regra não ia por em causa a funcionalidade do logótipo, porque se não ultrapassarmos os limites nos impõem, de que forma é que vamos ser diferentes dos outros??

"The first man to compare the cheeks of a young woman to a rose was obviously a poet; the first to repeat it was possibly an idiot."
Salvador Dali

Mas claro são opiniões, e esta é a minha e espero ter deixado bem claro. E com esta forma de pensar fui capaz de vencer o concurso. E eu entendo aquilo que disseste mas gostaria que também fosses capaz de entender um outra perspectiva diferente da tua.


De J.M.C a 24 de Maio de 2011 às 14:13
Entendo, mas o que eu disse não tem que ver com quebrar regras, nem arte, nem nada do que explicas. Estamos a falar de coisas diferentes. Tem a ver, mais uma vez, com nomes. Há quem goste de impressionismo e há quem goste de surrealismo e há quem goste dos dois. Se tudo isto tivesse o mesmo nome era confuso. Poucos gostam de ser enfiados no mesmo saco. Têm nomes diferentes, têm "regras" diferentes, têm públicos diferentes, têm aceitações diferentes.
E quem vai a uma exposição de surrealismo está à espera de encontrar isso, ou melhor. Eu fiquei desiludida com este concurso. Achei positiva a iniciativa, mas depois não encontrei o que o nome prometia. E pelos vistos não fui a única. As características do Design que eu gosto e admiro foram as únicas que não apareceram aqui. Fui levada a pensar que iam aparecer.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Escola Profissional de Braga
Autores
Ilustração by
Albino Oliveira & Sérgio Sousa

Alunos de Design Gráfico da Escola Profissional de Braga
Os últimos

Cartaz Encontros Design e...

Programa Encontros Design...

Encontros Design e Multim...

Inscrição nine2five

Competição Nine2five: al...

Cartazes Encontros Design...

Encontros de Design e Mul...

Alunos de DG no Fast Forw...

publicagem

Ricardo Coelho ganha masc...

Concurso para mascote da ...

Getty Images promove Conc...

The Best Typefaces of 201...

Pode uma fonte ser feita ...

HP redesenha marca

Concurso Postal de Natal ...

Luís Veloso vence Prémio ...

Cartazes sobre segurança ...

Concurso para mascote de ...

Aluno de Design desenvolv...

Cruzamento de marcas

Hallowe'en Contest

André Carrilho vence Prém...

Do gráfico ao vestuário

Concurso para logo do blo...

Melhores tipos de letra d...

AmadoraBD arranca sexta-f...

Encontros da Imagem até f...

Centro Histórico de Braga...

Design ByBy no Facebook

arquivos

Abril 2013

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds